O QUE FAZEMOS

RECUPERAR

O Banco de Equipamentos da ENTRAJUDA recebe os equipamentos, novos ou usados, verifica o seu estado de funcionamento e, se necessário, efectua pequenas reparações na sua Oficina de Informática, destinadas  a garantir que podem ser ainda utilizados com perfeita operacionalidade.

 

Oficina BE 

 

REUTILIZAR

Os equipamentos recuperados são entregues a instituições de solidariedade acompanhadas pela ENTRAJUDA, após assegurada a real necessidade e a criação de valor social. Assim se evita a morte prematura de equipamentos colocando-os ao serviço de quem mais necessita e evitando impactos ambientais.

 

montagem utilizar

 

As instituições de solidariedade social candidatam-se, são visitadas por voluntários da ENTRAJUDA, e caso se enquadrem nos critérios definidos, podem beneficiar dos equipamentos, da formação e de outros apoios. É celebrado um acordo escrito, passam a ser acompanhadas regularmente na sua actividade pelos visitadores da ENTRAJUDA, e tornam-se mais um elo da cadeia de solidariedade.

A ENTRAJUDA celebrou igualmente protocolo para o licenciamento do software necessário à actividade, sendo actualmente a única entidade portuguesa membro do programa Microsoft Registered Refurbisher, o que possibilita a obtenção de licenças do sistema operativo Windows XP Pro e Office 2007 Standard para utilização nos computadores recuperados, permitindo assim a sua entrega às IPSS em perfeitas condições operacionais. 

 

RECICLAR

Sempre que a reparação não seja viável ou os equipamentos não cumpram os standards mínimos para a reutilização, são encaminhados para correcta reciclagem.

A sustentabilidade financeira do projecto é assegurada pela receita gerada pela reciclagem dos equipamentos.

 montagem foto reciclar

 

A ENTRAJUDA constituiu-se como Centro de Recolha (CR) de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (REEE) com o Alvará de Licença nº 048/2013, emitido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região de Lisboa e Vale do Tejo. Faz parte do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (SIGREEE) através de contracto celebrado com a Amb3e, que permite ter como primeira opção a reutilização dos equipamentos, nos termos do Dec. Lei 230/2004.